Cirurgia ao hallux valgus

Além da deformidade, o paciente com joanete pode apresentar uma calosidade na borda interna do pé (ao lado da articulação desviada) podendo ser dolorosa e incômoda para o uso de alguns tipos de calçados.Esses não interferem nas outras estruturas e não necessitam ser retirados posteriormente.O joanete inicia, na maioria dos casos, na segunda década de vida e pode ser unilateral ou, mais comumente, bilateral.Consiste em redirecionar o primeiro dedo (Hallux) através de uma secção óssea, fixando internamente com micro-parafusos.A técnica de realinhamento articular é uma das mais utilizadas hoje em dia.As técnicas mais atuais dispensam o uso do gesso e a retirada de fios de aço após a cirurgia, são mais eficientes e propiciam uma reabilitação mais rápida e menos dolorosa.Hallux é o termo em latim que significa o maior dedo do pé (1º dedo), o chamado dedão do pé, e Valgus a posição que este assume em relação ao eixo longitudinal do corpo, isto é, em valgo (afastando-se do eixo do corpo).Tem pouca relação com a atividade ocupacional e nenhuma prevalência para destros ou canhotos.

O apoio é permitido imediatamente após a cirurgia com o uso de uma sandália ortopédica (Sandália de Barouk) que é mantida por 45 dias, em média, até a consolidação óssea.Existem também outros fatores que contribuem para que a deformidade ocorra, como: doenças degenerativas (artrite reumatóide, gota, etc..), hereditariedade (pé plano, herança familiar, frouxidão ligamentar familiar) e alterações neurológicas (derrame, paralisia cerebral, trauma de coluna (medular).Existe também a técnica percutânea e minimamente invasiva para tratamento do joanete, isto é, a cirurgia é realizada através de pequenos furos na pele.O joanete é a patologia mais comum que ocorre nos pés dos adultos hoje em dia (30 % da população moderna possui algum grau de deformidade), principalmente nas mulheres que utilizam calçados de salto alto e bico fino, exercendo assim um fator extrínseco (externo) importante, que propicia a degeneração da articulação do primeiro dedo e auxilia para que aconteça tal deformidade.É 10 vezes mais comum nas mulheres do que nos homens !


teabags69      
Também pode apresentar deformidades nos outros dedos do pé e calosidades plantares.